Reconstrução planetária através da Unificação Crística com o Todo

Extraterrestres entre nós I

 

Os extraterrestres nunca estiveram fora daqui. Sempre estiveram aqui desde o começo.

 

Quem entende que tudo é uma onda entende que eles podem assumir outras formas moldando a sua aparência para que os humanos não percebam. Mais uma vez quem tem olhos veja!

 

Desde o inicio estiveram no controle de tudo. Quem quiser iniciar uma pesquisa séria sobre o assunto deve ler os 12 volumes de Zecharia Sitchin. Isso para começar. Existe uma extensa bibliografia séria sobre o tema.

 

A questão é a seguinte: o que fazer em relação a isso? Ficar falando, comendo doce e tomando café? Esse tipo de atitude não irá mudar a realidade do controle que eles exercem.  Depois da mudança da freqüência de 21 de dezembro de 2012 essa realidade está sendo alterada, mas é preciso que os humanos façam sua parte. Os extraterrestres encarnados precisam ser enfrentados.

 

Para entender como é o controle deles é preciso entender como são as outras dimensões e onde vivem os chefes. Imaginem a tecnologia quântica que eles já dominaram há muito tempo. Agora os humanos aprenderam a clonar um ser. Coloca milhares de anos de tecnologia à frente e terá uma idéia do que eles conhecem em termos de manipulação de energia e DNA. Eles podem transitar entre a quarta dimensão e a nossa sem problemas. Podem aparecer da forma que quiserem e podem manipular e controlar tudo.

 

Sem entender essa questão interdimenssional não dá para entender o quebra-cabeça que é a vida na terra. Quando a pessoa entende o poder que eles têm entende tudo que acontece aqui. E isso só mudará quando houver uma expansão de consciência e os humanos entenderem isso. Entenderem Mecânica Quântica, porque até hoje os humanos se recusam a entender e continuam escravos.

 

O problema só persiste pela zona de conforto dos humanos. É preciso trabalho para resolver isso.

 

A maioria absoluta dos humanos não entende o seguinte:

 

Existem várias dimensões como a nossa. O que os humanos chama de lado espiritual.

 

Habitadas por seres inteligentes como nós.

 

Habitadas por seres de vários formatos físicos.

 

Habitadas por seres bons e maus. Positivos e negativos. Benevolentes e malévolos.

 

Eles sabem como entrar e sair das dimensões pesadas como a nossa.

 

Com freqüências é possível por as mensagens subliminares e a visão de mundo que se quiser na mente da população inteira. Monta-se uma realidade totalmente como no filme Matrix.

 

Tem muito mais conhecimento que os humanos. Em todas as áreas.

 

Conhecimento é poder. O poder que eles têm é total na terra.

 

O maior segredo que guardam é que os humanos não acreditem como são na realidade.

 

A maior parte dos filmes de ficção são para distrair os humanos, dando uma idéia totalmente falsa da realidade. As pessoas assistem filmes, mas não lêem.

 

Enfrentar o problema exige dedicação total.

 

Tudo que é magia, ocultismo, etc. é dominado por eles. Como disse tudo que é possível fazer para distrair a atenção dos humanos dos reais problemas eles fazem.

 

Se as pessoas entenderem Mecânica Quântica entenderão a tecnologia deles. E é por isso que existe tanta oposição a que se divulgue Mecânica Quântica.

 

Ficar falando sobre isso não adianta nada. É preciso agir.

 

 

 

Extraterrestres entre nós II

 

Para entender essa questão é preciso entender uma coisa simples. Tudo no universo tem frequência (Hertz). Cada dimensão tem uma frequência atômica própria. Todas as dimensões estão no mesmo lugar no espaço, pois uma onda não interfere com a outra. Você não precisa mover seu rádio de lugar para trocar de estação! Basta trocar a frequência captada. O mesmo com as ondas de televisão e etc.

 

De uma forma metafórica pode-se falar que as dimensões estão sobrepostas. É assim que se fala em terceira dimensão, quarta, quinta e assim por diante. É só uma forma de explicar. Tudo é uma onda. A matéria ou massa aparece neste universo de acordo com a física atual, por causa do Bóson de Higgs, que é um campo que dá massa à outra onda. Portanto, massa ou matéria é só uma questão de percepção. Como somos feitos de átomos, para os quais o Bóson “deu” massa, achamos que existe alguma coisa sólida. Mas isso é outra história...

 

Voltemos. Se os astrônomos fizessem seus aparelhos para detectar outras dimensões ou frequências veriam que o universo está lotado de vida. Se a pessoa procura vida em Marte com instrumentos que procuram vida na frequência do planeta Terra não encontrarão a civilização que existe lá. Está em outra dimensão, mas muito próxima da terrestre. Então, achar isso é uma coisa factível com a tecnologia atual terrestre. O porque não fazem explicaremos daqui a pouco.

 

Entendendo que tudo está no mesmo lugar desaparece o problema da distância interestelares. Que é o impedimento que sempre citam para dizer que ninguém consegue viajar mais que a velocidade da luz e que levariam anos e anos para chegar aqui. Primeiro, não há necessidade de viajar desta forma, pois existem os wormhole, chamados “buraco de minhoca”, que estão por todo o universo. Através destes portais é possível percorrer distâncias gigantescas em minutos.

 

Vejamos uma forma didática para explicar isso. Pense no universo como uma bola. Dentro desta bola existem outras bolas. Como boneca russa dentro de outra boneca dentro de outra boneca... No nível mais profundo da bola existe uma outra bola, a Terra. A Terra está numa dimensão ou frequência. Em volta da Terra existe uma outra bola em outra frequência, mas ela não percebida porque está em outra frequência. Isso é o que se chama outra dimensão. Existe o mesmo planeta só que em outra dimensão. Com seus habitantes e tudo o mais. Em seguida existe outra bola em volta da segunda bola. É outra frequência com seus habitantes e tudo o mais. Igualzinho na Terra. Guardadas as devidas proporções. É como se fosse um universo paralelo. E por ai vai. Uma bola “encobrindo” a outra. Com n bolas dentro do universo. No caso terrestre ainda temos uma variáveis. Dentro da bola terrestre também existem outras dimensões. Infinitas possibilidades.

 

Segundo, é possível passar de uma dimensão para outra sem problema algum. Basta ter conhecimento para isso. Passar de uma dimensão para outra é apenas trocar a frequência. Como girar o dial do rádio. Nos rádios que tem botão para girar. A ciência terrestre tem mais ou menos 400 anos. O tempo da revolução industrial. Agora imagine uma civilização com 1 milhão de anos começando como estamos agora. E pense se essa civilização não tivesse nenhum paradigma restritivo que impedisse a pesquisa pura. Em que estágio tecnológico estaria essa civilização? Pense na tecnologia atual com 1 milhão de anos à frente. O que é impossível hoje ou que parece magia seria pura tecnologia para eles. Como já se disse: “toda tecnologia avançada parece magia”.

 

Qualquer pessoa pode comprovar o que está escrito aqui se fizer o que se chama “viagem astral” ou desdobramento. Pode ver com os próprios olhos e sentir na pele.

 

Um exemplo disto colocado como ficção científica são as várias séries Star Trek e Star Wars. E a física que aparece ali é uma continuação da atual. Não existem visitas às outras dimensões, tanto as superiores como inferiores. Seres de Luz ou seres das trevas. Isso não aparece, mas está implícito em muitos episódios.

 

Tanto é possível mudar a frequência pessoal como a de uma nave. É pura tecnologia. Essa nave pode então passar de uma dimensão à outra e o problema da distância está resolvido. Toda essa tecnologia já está disponível para ser testada, mas se os humanos nem aceitam a Mecânica Quântica, o que dizer de outras dimensões...

 

Atualmente existem dezenas de raças extraterrestres ajudando os humanos e uma ou duas que tem agenda com os seus próprios interesses particulares. Estas só fazem negócios.

 

As raças extraterrestres benevolentes, que ajudam os humanos, não podem aparecer publicamente por causa da camisa de força que a humanidade colocou em si mesma. A humanidade engessou a própria visão de mundo e a situação prática da vida humana. E este é um problema muito complicado de resolver.

 

O que aconteceria se naves aparecessem do nada na maioria das grandes cidades terrestres?

 

Como a humanidade reagiria?

 

Existe solução para todos os problemas práticos da vida. Alimentação, saúde, etc. Todas as necessidades poderiam ser resolvidas num instante. As pessoas passariam a ter como interesse o crescimento pessoal espiritual. Isso é o que existe nos planetas avançados espiritualmente. Também existem planetas avançados apenas tecnologicamente. Como a Terra no momento, mas sem evolução espiritual, mas com milhões de anos de tecnologia. E também planetas inteiros tomados por uma visão de mundo como a da Idade Média na Terra.

 

Todos sabem que na Terra tudo é movido pela visão econômica e financeira. Tudo depende dos negócios. É como expandir o que foi falado: “o negócio da Terra são os negócios”. Nada que afete isso pode ser feito ou é admitido. Como dizem os ferengis: wall street é a terra sagrada. Com uma civilização organizada desta forma é impossível mudar o status quo. Pois a manutenção do status quo é o que os humanos mais querem. Pode-se chamar também de zona de conforto.

 

Em 1957 existia uma empresa que era líder mundial na produção de válvulas para rádio e televisão. Em 1958 apareceu o transistor e a empresa desapareceu. Neste caso a empresa desapareceu porque os interesses na nova tecnologia eram mais importantes do que manter a empresa de válvula. Mas, esse é um caso praticamente raro.

 

Suponhamos que os extraterrestres divulgassem uma nova tecnologia que tornasse obsoleta uma determinada tecnologia terrestre. Essa nova tecnologia iria beneficiar bilhões de pessoas, mas afetaria os negócios das empresas que dominam o mercado hoje. Suas ações em bolsa não valeriam mais nada e seus acionistas perderiam todo o patrimônio. Como a humanidade reagiria? Isso seria aceito? Seria possível divulgar isso? É óbvio que não. Normalmente o avanço é consequência da decadência de uma civilização e aparecimento de outra. Seja por que causa for. Normalmente através da guerra. É por isso que falam que a guerra promove a tecnologia. Vejam quantos inventos foram feitos durante a Segunda Guerra Mundial. Ou puderam vir à tona. Numa emergência o status quo muda de visão de mundo.

 

Portanto, temos um problema. Como a humanidade poderá evoluir da forma que está hoje? Totalmente engessada na visão de mundo econômica financeira. Por quanto tempo é viável continuar do jeito que está hoje? E logo teremos 9 ou 10 bilhões de humanos vivendo e consumindo. Hoje já estamos consumindo mais do que um planeta. Mantendo a atual taxa precisaremos de vários planetas (recursos) para continuar assim por mais 100 anos. E só temos um planeta à disposição.

 

Os extraterrestres podem resolver tudo isso num piscar de olhos. Mas, a humanidade deixa? Antes que uma civilização alcance um determinado nível eles não podem interferir. Esse nível é a aceitação da Mecânica Quântica. Sem isso como eles seriam recebidos?

 

Notem que a maioria dos humanos não podem nem ouvir falar em outras dimensões da realidade sem surtar ou atacar quem está falando. E aceitar outras dimensões é uma coisa absolutamente indispensável. Se quisermos evoluir e termos contato com eles. São nossos irmãos das estrelas, mas eles respeitam o nosso livre arbítrio. E sabem que sem mudarmos nossa visão de mundo é inviável qualquer contato aberto.

 

 

 

Futuro do planeta Terra

 

Nada no universo é só preto e branco. Existem n tons de cinza. Mas, para efeito didático vamos considerar que existam extraterrestres positivos e negativos.

 

Os extraterrestres positivos são os que já estão ajudando na evolução desta humanidade. Ajudar não é intervir. O livre arbítrio tem de ser mantido. Eles não invadem o planeta para resolver os problemas que os terrestres criaram. Eles ajudam as pessoas que pedem ajuda. Trabalham nos locais espirituais em que são aceitos. São espíritos.

 

Pensar que os Positivos irão intervir na Terceira Dimensão é uma ilusão. Lembram da letra da música: “ET resta uma ilusão...”. É exatamente isso. O livre arbítrio é sagrado. Plantou colhe. A semeadura é livre mas a colheita é obrigatória. Isso é causa e efeito. Todos são livres para escolher o que quiserem, mas as consequências são inevitáveis. Querer plantar e não colher é impossível.

 

Durante a história desde planeta quantas civilizações apareceram e desapareceram? Vejam o caso dos sumérios. Alguém impediu que eles se destruíssem? E todas as outras? E a queda do Império Romano? E a Primeira Guerra Mundial? E a Segunda Guerra Mundial? E os colapsos econômicos, as pestes, etc.? Ou esses eventos são diferentes do que acontece agora? As pessoas que estavam encarnadas naquelas épocas estão agora também. Estão aprendendo.

 

Sei que a humanidade não gosta de pensar nessas coisas. O autoengano é muito “confortável”.

 

Existem duas possibilidades: o autoengano e trabalhar para resolver os problemas.

 

Todos os problemas criados pela humanidade devem ser resolvidos pela humanidade. Não funciona de outro jeito.

 

Como uma pessoa que está numa vibração fruto de pensamentos e sentimentos negativos pode viver num planeta de grande evolução espiritual? É impossível. Como tirar as pessoas deste planeta e coloca-los em um planeta de paz e abundância? Porque a Terra é assim? Por causa da ganância e do medo. Luta por território.

 

Imagine pegar uma pessoa que tem uma mentalidade reptiliana e colocar num lugar onde não há competição. Onde só há cooperação. Onde não há acumulação de riqueza e nem guerra contra os demais. Caso os humanos terrestres já tivessem chegado nesse ponto não estaríamos aqui nesta situação. Sempre que os humanos têm oportunidade de escolher entre cooperar ou competir, eles escolhem competir. Essa é a mentalidade atual. Exatamente o que é o cérebro reptiliano. O complexo-R.

 

Imaginem alguém que não aplica a Lei da Oferta e da Procura. Vocês sabem que quando a procura (demanda) aumenta os preços sobem. Isso é considerado normal pelos humanos terrestres. Até criaram o nome de uma lei para isso. Dá ideia de ser algo como a Lei da Gravidade!  Isso só é lei num planeta de competição onde as pessoas lutam umas contra as outras procurando acumular riquezas o máximo possível. Qualquer pessoa que não faça isso é vista como “maluco”. Aumentar a demanda e o valor não se alterar é o que acontece num planeta avançado. Ninguém tira vantagem dos demais. Estou falando isso para vocês analisarem e verem como a Terra está distante de uma humanidade que coopera.

 

No dia que os humanos terrestres conseguirem viver sem levar vantagem sobre outros eles poderão ir para planetas avançados. Caso contrário irão implantar o mesmo sistema terrestre lá. O que é inviável.

 

É por isso que a evolução é natural e gradativa. Somente depois que uma humanidade aprendeu a cooperar é que pode manter contato com outras civilizações avançadas. É por essa razão que não dá para pegar alguém com uma frequência baixa e colocar num lugar de frequência elevada. Ou você escuta a rádio x ou a y. As duas não dá. Ou você está numa frequência ou em outras.

 

Portanto, caso a pessoa trocasse de planeta teria de ir para outro igualzinho a Terra. No mesmo estágio de evolução. Impossível misturar as frequências. Tudo no universo tem uma frequência própria. É por essa razão que a evolução tem de ser primeiro no âmbito espiritual. Quando a pessoa desapegou da competição ela pode ascender. Antes disto é impossível.

 

Os Negativos são os que só olham os próprios interesses. Tipo reptilianos. Território, competição, etc. Esses só trabalham para si mesmos. Também estão no lado espiritual em frequências baixas.

 

O que define a frequência é o sentimento de Amor Incondicional. Vejam os noticiários e vejam o quão longe disto a humanidade está.

 

Os próximos milênios serão de muito trabalho para consertar todo o estrago que está sendo feito em todas as áreas. Por exemplo: quanto mais carbono jogarmos na atmosfera mais problemas teremos no futuro. E serão problemas muito sérios. Quantas pessoas estão levando isso a sério hoje no planeta? Basta alguém falar em energia renovável para que os ataques sejam ferozes em cima da pessoa. Isso mostra que não importa o futuro da humanidade desde que tudo continue como está. Esse é o pensamento competitivo.

 

É por esta e outras razões que é preciso unificar a ciência com a espiritualidade. É preciso olhar o todo da questão. Pensar que extraterrestres podem vir “salvar” a humanidade e levar para outro planeta melhor é uma impossibilidade em termos de frequência (hertz), como já expliquei acima. E se acontecesse isso o que a humanidade aprenderia? Que pode fazer qualquer coisa e que algum conserta? Que pode fazer dívida e que é só ir em outro banco e fazer mais dívida até o final dos tempos? É o mesmo raciocínio. Outra pessoa pagará a conta ou o endividamento pode ser eterno. Estamos começando a ver o resultado desde tipo de pensamento.

 

Existe solução? Sempre tem solução. Mas, dá trabalho. Estudar e trabalhar para evoluir espiritualmente. Bastaria uma mudança de paradigma nesta humanidade para tudo isso ser resolvido em pouco tempo. Uma mudança de consciência. Passar para uma visão espiritual da existência. Olhar todos os lados da questão: o lado espiritual e o material. Tomar a decisão visando a evolução espiritual em primeiro lugar. Essa deve ser a prioridade.

 

Até que os humanos terrestres cheguem nessa conclusão teremos muito trabalho pela frente.

 

 

 

 

Aceitar ou não a Realidade

 

 

Esta postagem explica como funciona a realidade do Universo. Caso não se sinta confortável com essa informação, por favor, não leia.

 

Explicarei da forma mais simples possível. A complexidade do universo é infinita. No nível macro o universo tem a seguinte estrutura:

 

O Todo é Tudo-O-Que-Existe. Ele é Onipotente, Onisciente e Onipresente. Tudo está dentro Dele. Não existe nada fora. Ele é o único poder no universo. Não existe dualismo. O Todo é Amor.

 

Existe uma enorme hierarquia que administra o universo. Esta hierarquia trabalha pela Luz. Trabalha para o Todo. Não existe poder maior que o desta hierarquia. Os seres que são contra o Todo também têm sua hierarquia baseada no poder. Estes seres têm poder limitado. O próprio fato de optarem pela negatividade implica em não poderem entender como funciona o universo no nível macro. A consciência cria a realidade. Para que isso possa acontecer é preciso que essa consciência esteja num determinado nível de amor. Sem isso é impossível ter a capacidade de abstração necessária para entender conceitos metafísicos avançados. Esses conceitos é que permitem criar a realidade. Portanto, a própria escolha que fazem de se oporem ao amor é que limita as possibilidades de evolução dos seres negativos. Tudo tem consequência.

 

Todos os seres emanados pelo Todo devem evoluir no amor. Esta é a lei fundamental do universo. Conhecimento puro e simples não resolve na evolução. Sem amor não há evolução. E amar implica em ajudar.

 

Os seres têm infinitas possibilidades de evoluir de n maneiras diferentes. Por exemplo: Uma sociedade avançada tecnologicamente é evoluída? Não necessariamente. Se não tem amor não é evoluída. Se uma única pessoa passar fome nesta sociedade ela não é evoluída. Uma sociedade tribal sem tecnologia pode ser evoluída? Sim. Se tiver amor entre seus membros. Essa sociedade precisa avançar tecnologicamente? Não. O caminho da evolução é pelo amor. Os seres desta sociedade podem chegar ao Todo sem ter conhecimento tecnológico. Portanto, não é uma questão de ciência e tecnologia que define o progresso de uma sociedade.

 

Existem n dimensões da realidade. Em todas ela existe vida.

 

Os seres encarnam muitas vezes até que desenvolvam o amor incondicional. Os problemas de uma encarnação são resolvidos nas próximas. A encarnação faz com que esqueçam temporariamente o passado para poderem resolver os problemas pendentes. Por exemplo: um pai que tem um filho que foi seu assassino na vida passada. Somente o amor do pai pelo filho pode apagar o ódio.

 

Todo ato negativo gera uma dívida cármica. Essa dívida cármica atrai no futuro as condições para que seja paga. Carma não é destino. Nem justifica qualquer negligência na vida atual. Carma é um campo eletromagnético que atrai uma situação semelhante, para que ele aprenda uma lição. Um ladrão terá numa vida futura a oportunidade de roubar novamente. Caso ele resista e não roube terá aprendido a lição. Carma não é castigo. Ninguém é instrumento do carma para fazer outra pessoa sofrer. É preciso deixar isso bem claro. Um assassino não é um instrumento do carma para fazer outra pessoa sofrer. Isso é uma ilusão absurda. E quando a pessoa desencarnar verá isso claramente. Portanto, não ajudar, não trabalhar, não estudar, no limite das suas forças gera carma. Fazendo tudo que é possível no máximo das suas possibilidades não há carma gerado. Portanto, negligência em qualquer sentido gera carma.

 

Todos os seres têm o impulso da evolução dentro de si. É um instinto espiritual. A Centelha Divina quer se expressar o tempo todo. Fazer o bem incondicionalmente faz com que a Centelha possa se expressar. A Centelha Divina é o próprio Todo. Individualizado.

 

Existe vida por todo o universo. Existem infinitas civilizações extraterrestres. A vida é disseminada pelo universo também por essas civilizações. Essas civilizações podem ser muito desenvolvidas tecnologicamente ou não. Não é isso que define a evolução. Uma sociedade baseada em caçadores/coletores pode ser evoluída. A questão é se uma sociedade ama o Todo e aos demais membros dela. Portanto, evolução não implica em crescimento econômico/material/científico. Uma sociedade pode descobrir a existência do vácuo quântico e não entender o que isso significa. E uma sociedade indígena pode saber disto instintivamente.

 

Existe um ditado que diz que conhecimento é poder. Na acepção terrestre do termo é verdade. O conhecimento nas mãos de uma pessoa que pensa somente em poder, só provocará dor e sofrimento. Pois, será usado para manipular os demais. Por isso determinados conhecimentos não podem ser do conhecimento de todos.

 

Outra questão é a dissonância cognitiva. Que é o fato da pessoa não querer ver e entender a realidade. Normalmente a dissonância cognitiva só acaba com a dor. Quando dói muito a pessoa resolve enxergar o que estava bem claro na sua frente. Não há necessidade de ser assim. É uma escolha de cada um.

 

Desde que o ser é emanado sua evolução começa. Ele tem um ego para ser um ser individual. Sua meta é individualizar-se com o Todo. “Voltar para o Todo”.  Fundir-se com a Centelha Divina. O ego ficar inteiramente à disposição do Todo. Ser uno com o Todo.

 

Desde o início o ser recebe todo o tempo ondas de amor (in-formação) do Todo motivando-o a evoluir. Isso acontece sem parar. O Todo está trabalhando sem parar para que cada ser evolua o mais depressa possível. Normalmente o que faz o ser? Resiste de todas as formas. Quer ficar na zona de conforto sem evoluir. Isso lhe causa n problemas, mas a resistência é feroz. Nisso entra a dissonância cognitiva. O Todo cria infinitas condições e situações para propiciar a evolução do ser e isso é visto como problema pelo ser. A ciência chama isso de Teoria do Caos. Na verdade não existe sistema caótico. Ele é administrado pelo Todo. O caos é aparente. É uma maneira de tirar o ser da zona de conforto. É impossível não evoluir. É preciso entender isso e não se opor. Toda oposição à evolução causa dor.  O Todo é amor. O que é contrário à Ele só pode gerar dor e sofrimento para si.

 

Tudo que existe no universo é pura consciência. A Consciência do Todo. O universo é pura consciência. Consciência é energia. A matéria surge da energia. Por exemplo: o Bóson de Higgs é um campo que faz com que a matéria surja neste universo. Este campo dá massa, como se diz. Os quarks surgem dessa interação. Que formam os prótons, que formam os átomos, que formam as moléculas, que forma as células, que formam os órgãos, que forma o ser humano. Tudo originado por uma energia que tornou-se luz congelada.

 

O Amor do Todo entra o tempo todo no ser. O ego cria a resistência. Nos micro túbulos nas sinapses a Luz do Todo tenta passar e o ego emite uma energia contrária para evitar a Luz. É assim que a resistência acontece. Num cérebro que não oferece resistência à Luz todas as suas áreas estão iluminadas e funcionando. Num cérebro que resiste existem n áreas sem Luz. Zonas escuras que não funcionam devidamente. É muito difícil para um cérebro assim aceitar a Luz. Toda vez que a pessoa escolhe um caminho negativo um caminho neural é seguido. Isso reforça esse caminho e fica cada vez mais fácil fazer aquilo que é positivo. As redes neurais que não são usadas definham. Fazer o bem estimula o cérebro todo. Ser contra o Todo definha o cérebro. É inevitável que seja assim. Existe uma única realidade que sustenta toda a realidade. Ser contra isso é suicídio. Literalmente. Se optarmos pelo Todo tudo isso é facilmente resolvido.

 

A consciência é tudo o que existe. Nós criamos a realidade pela nossa consciência. O que pensamos e sentimos cria a nossa realidade. Mais cedo ou mais tarde. Quanto mais emoção houver mais cedo cria. Emoção é o desejo de ter ou fazer algo. A dúvida descria o que se criou. Um único pensamento cria a realidade. Se não houver dúvida. Para não ter dúvida é preciso ter paciência. Confiar no Todo. Deixar o Todo atuar. Quem está unificado com o Todo não põe pressão para conseguir algo. Está satisfeito em fazer a vontade do Todo. O Todo só ajuda. Quem cria o problema é o ser emanado. O ego. Isso já foi explicado quando o Mestre disse dois mil anos atrás: “Tudo que pedirem, crendo que receberam, receberão”. Vejam que os tempos verbais estão no passado e depois no futuro. Primeiro crê depois recebe. Crê 100%. Nenhuma dúvida, nem pressa, nem ansiedade, nem pressão. Essa lei vale para todos. Desde uma bactéria até o ser mais evoluído. Tudo tem consciência. O fato de um ser não ter cordas vocais e linguagem não quer dizer que não sinta, não pense, nem que não se comunique. Estudem o caso da gorila Koko. Ela encarnou num corpo de gorila para mostrar aos humanos que tudo tem consciência.

 

Portanto, a in-formação do Todo está in-formando tudo.

 

O que aconteceria se os seres não resistissem ao Todo? Todos viveríamos num estado de alegria e evolução constante. Ajudando a todos a evoluírem mais. Todos com alegria e realização. Todos teriam todo o recurso material que precisassem para evoluir mais e mais. Não importando em que dimensão estivessem. Felicidade plena mais e mais. Inimaginável para a maioria das pessoas. Esta civilização pode chegar neste ponto? Pode. Se deixar de resistir ao Todo. Tudo tem solução.

 

Pelo estado do planeta Terra dá para ter uma ideia da resistência que existe?

 

 

 

Extraterrestres I

 

Um cliente escreveu perguntando em que dimensão o cd é gravado.

 

Já explicamos em várias palestras que essa tecnologia é extraterrestre e que a gravação acontece na próxima dimensão astral.

 

Certa vez depois de uma palestra uma pessoa saiu perguntando para todos que conhecia se existia alguma máquina que gravava o que eu tinha explicado. Todos disseram que não existia tal máquina e como disseram isso ela não acreditou no que eu disse. Só que eu sempre disse que a gravação é na outra dimensão.

 

Este é o problema do entendimento da Mecânica Quântica. Enquanto não for aceito que tudo é consciência e que tudo é energia e informação, fica impossível uma pessoa entender algo que está fora do paradigma ortodoxo na ciência. É por essa razão que se debatem com as “esquisitices quânticas”. Só parece assim se a pessoa se recusa a entender que existem n dimensões no universo. Cada uma com sua frequência e suas leis de física. As infinitas possibilidades são as infinitas possibilidades do Todo. Aton. É por isso que são infinitas. Porque tudo está dentro do Todo. O Todo é pura energia e Nele está toda a informação.

 

Portanto, tudo que existe é informação. Não importa se é passado, presente ou futuro. Ou qualquer dimensão da realidade. Tudo é um continuum.

 

Entendido isso acredito que não há problema em aceitar que existe vida por todo o universo e em todas as dimensões. O fato do ser humano não enxergar é uma simples questão de parâmetros de frequência de onda que o olho humano capta normalmente. Todas as dimensões se interpenetram. As frequências estão no mesmo lugar. Todas as dimensões estão no mesmo lugar.

 

Tudo que existe neste planeta é de origem extraterrestre. Leiam sobre arqueologia proibida.

 

No cd existe uma máscara que é o som do mar. Qualquer som serve e é por isso que não precisa escutar som algum. A informação está gravada na parte astral do cd. Independe de tempo e distância.

 

A questão que sobra é se as pessoas acreditam ou não no que escrevi acima. Caso a pessoa saia do corpo e veja o que acontece na outra dimensão ela terá certeza do que disse. Caso não faça esse desdobramento sobra a questão da fé. Ou tem fé ou não tem. No que digo.

 

Acredito que esteja claro.

 

 

 

Inteligência amorosa

 

Algumas civilizações de extraterrestres extremamente evoluídas intelectualmente se perguntam porque devem unificar-se com o Todo.

 

Elas olham os terrestres e veem que eles procuram isso externamente. Eles fazem isso intelectualmente. Desenvolvendo a inteligência ao máximo.

 

A resposta é que tanto de uma forma como de outra o resultado é incompleto. Somente quando se une o amor do Todo, que está na Centelha Divina, ao intelecto é que se terá algo pleno. Neste ponto é que o chakra cardíaco estará funcionando plenamente. Quando a inteligência estiver a serviço do amor do Todo.

 

O Todo é Luz e Amor Radiantes. Ele é a energia que dá todo o fundamento para tudo que existe. No mais profundo de tudo está a energia do Todo. Os físicos terrestres estão chegando perto desta descoberta. Essa essência de tudo é que é o Todo. O amor incondicional radiante.

 

Quando uma pessoa se unifica o resultado de sua vida é completamente diferente. E a somatória destes habitantes será uma civilização benevolente. Que nunca exterminará outras civilizações.

 

Quando o Chefe Seattle mandou a carta foi isso que ele quis dizer. Que o Todo está em tudo e é a base de tudo que existe. Isto não é politeísmo, como foi divulgado no ocidente. Isso é pura mecânica quântica. Não existe matéria ou massa no universo. Só energia. Somente quando o campo de Higgs (que é energia) “dá” massa é que as partículas começam a existir com massa. E daí vem os quarks, os prótons, átomos, moléculas, células, órgãos e seres biológicos, por exemplo. Como também estrelas, planetas, galáxias, etc. Tudo vem depois que o campo de Higgs “deu” massa. Antes que houvesse massa só havia energia. E essa energia é que permeia tudo o que existe. Não existem inúmeros deuses. Só há um Deus. E é Ele que dá substância a tudo o que existe. É desse Plenum de energia que tudo o mais passa a existir. E isso o Chefe Seattle tinha entendido perfeitamente. Por isso tudo é sagrado.

 

Quando isso é entendido não é possível haver mais guerra e esta é uma das razões do porque isso não é aceito. John Locke, filósofo, dizia que o “homem primitivo” não pode fazer parte da sociedade humana porque não tem o mesmo conceito sobre o dinheiro. E por isso poderia ser subjugado, escravizado e exterminado. Ele dizia que quem chegou antes tem a posse da terra, mas como os indígenas tinham chegado antes, era preciso criar outro argumento para justificar a “inferioridade” deles. E esse conceito possibilitou todos os genocídios seguintes. Este é um exemplo perfeito de pura inteligência. Mas, só inteligência.

 

Jamais uma civilização amorosa faria isso com os indígenas e africanos e etc. Eles seriam respeitados como os legítimos donos da terra. E seria feita uma parceria mutuamente vantajosa com eles. Sem manipular, explorar e etc.

 

Estamos entrando numa fase em que os humanos devem se ajudar para poderem evoluir como indivíduos e como espécie. Isto é absolutamente imperativo. Estejam onde estiverem os humanos devem se ajudar. Quando isso acontecer generalizadamente a espécie estará salva.

 

 

 

 

Extraterrestres e a Terra

 

Na série Star Trek A Nova Geração, existe um episódio em que a Federação manda a Enterprise fazer o primeiro contato com determinado planeta, que vem sendo observado e já está quase atingindo a Velocidade de Dobra em viagens espaciais. O contato é feito e o dirigente máximo do planeta recusa fazer contato com a Federação. A Enterprise vai embora e o planeta continua sem ajuda externa. A Federação respeita a Primeira Diretriz que diz que não se deve interferir na evolução de um planeta até que atinja Velocidade de Dobra. Que é quando inevitavelmente entrarão em contato com outras civilizações. O que o dirigente do planeta esquece é que a Federação é benevolente, mas os Romulanos e Borgs não são. O contato com civilizações não benevolentes é inevitável com o tempo.

 

O planeta Terra encontra-se nesta mesma situação atualmente. Os extraterrestres benevolentes estão prontos para ajudar, mas precisam da autorização humana para fazer isso.

 

No seriado o dirigente diz que iria mexer na economia do planeta e em outras coisas. É a mesma coisa que se fala na Terra. Todos os problemas poderiam ser resolvidos, mas não podem sê-lo por causa da manutenção do status quo. Enquanto isso os problemas aumentam sem cessar. No seriado a Terra foi contatada pelos vulcanos depois de uma guerra nuclear. Como a guerra destruiu o status quo terrestre os vulcanos foram bem recebidos. Somente porque houve a guerra nuclear é que foi possível o contato aberto com extraterrestres.

 

Vejamos uma situação em que uma civilização em desenvolvimento encontra uma outra muito superior militarmente. Os tupinambás estavam aqui pelo menos a mais de mil anos. Estabelecidos em toda a costa e estima-se que na costa e no interior existiam 5 milhões de habitantes. Viviam em unidades de 300 pessoas mais ou menos e só sabiam contar até 5. Não conheciam o conceito do zero. Eram caçadores/coletores/agricultores. Num belo dia chegam naves de até 1200 toneladas com centenas de pessoas. Qual foi o resultado do contato entre essas duas civilizações? Escravidão e extermínio. Em um século praticamente não existiam mais. A velocidade do extermínio só depende da tecnologia do invasor.

 

A técnica de invadir e exterminar já tinha sido testada durante 6 mil anos de história com total sucesso. Depois do extermínio um novo governo é estabelecido e é reconhecido por todos os demais. Até hoje isso continua funcionando assim com perfeição. Todos os genocídios seguem esse protocolo. No início pode haver alguma reação, mas depois temos o fato consumado e é aceito. Quem tem olhos veja!

 

Depende de uma mudança de paradigma nos terrestres para que possam ser ajudados. Não há necessidade de sofrimento para evoluir.

 

 

 

Civilizações extraterrestres

 

Da mesma maneira que nós terrestres estudamos certas civilizações e sistemas terrestres existem cientistas de outros planetas que nos estudam. Eles acham fascinante esse estudo, pois não entendem como os humanos terrestres resistem tanto ao crescimento.

 

Por todo o universo são as mesmas regras para ter sucesso, ser feliz, ser próspero, etc. Simples regras como uma receita de bolo que se for seguida sai bolo do forno com certeza.

 

A única coisa que impede que isso aconteça é o ego dos seres. Seja em que planeta for. A mesma Consciência dirige todo o universo. E estabeleceu as mesmas leis para todos. E são coisas muito simples de entender, mas difíceis de aplicar por causa do ego que só vê os próprios interesses. E vendo só os próprios interesses fica impossível ver o interesse de todos.

 

É por isso que muitos planetas demoram para evoluir e poderem ter contato com outras civilizações. Caso uma civilização extraterrestre avançada entrasse em contato com um planeta onde reina o ego acima de tudo, seria catastrófico para essa humanidade. É por isso que eles só observam. Esperando o dia em que possam entrar em contato abertamente.

 

É a mesma situação de fazer com que uma pessoa faça o bem à força. Ela não fará e ainda resistirá de todas as formas. É por essa razão que o conhecimento só é passado na medida em que pode ser assimilado. Como explicar o que é a paz num planeta de barbárie?

 

Como diria Spok: “Fascinante”.

 

 

 

Teoria do Risco

 

 

O prêmio Nobel de Economia de 2002, Daniel Kahneman, fez importante contribuição para entender como os humanos assumem os riscos. Ele descobriu que os humanos assumem riscos, mas detestam perdas.

 

E esta é uma confirmação de tudo que se vem falando desde 2500 anos neste planeta. Quando se fala para soltar, os humanos sentem uma aversão total ao conceito. E o trabalho dele provou isso. Esta é uma atitude irracional porque toda vez que se prende se perde. Todo apego gera perdas e sofrimentos desnecessários. Este universo foi feito para que ninguém perca. Todos podem ganhar se todos tiverem esse tipo de paradigma. Ganha Ganha.

 

Só que isso é tão contra o cérebro reptiliano (Complexo-R), que o ego imediatamente recusa sequer entender o que é soltar. Uma pessoa culta e inteligente comprou um livro sobre taoísmo. Teve de ler 8 vezes para poder entender o conceito. E ainda precisou de muita orientação para soltar os investimentos errados que tinha feito. A pessoa tinha feito investimentos que não conseguia mais pagar e ainda assim se recusava a solta-los. E continuar vivendo, pois caso contrário teria um infarto com certeza. E perderia tudo. Mas, não soltava. Achava que se soltasse perderia algo. Depois que soltou tudo melhorou e hoje está em excelente situação.

 

O medo da perda é um problema de confiança. Confiar que o universo funciona e que o Todo administra tudo para o melhor de todos sempre. Hoje em dia existe uma corrente de pensamento argumentando que este universo não funcionou. Que tem algo errado com o universo. Isso é acreditar que o Todo não sabe o que faz, não é onipotente, onisciente e onipresente. Traduzindo, achar que o Todo não é o Todo. Quando o Todo delega uma função Ele sabe exatamente o que está fazendo, pois foi Ele que emanou aquele Arquétipo. O Arquétipo é a perfeição do Todo naquele assunto, atividade ou habilidade em particular. Por exemplo, o Todo quer escalar montanhas. Ele emana um Arquétipo que é o alpinista perfeito. Este Alpinista Perfeito é o Todo escalando montanhas. Não comete erros, faz sempre o melhor, evolui sempre, tem alegria escalando, etc. É perfeito.

 

Toda a problemática se resume nisso. Em confiar no Todo. Mas, para isso primeiro é preciso entender o que é o Todo, quem é o Todo. E depois sentir o Todo dentro de si. Na Centelha Divina. Sem sentir todo conhecimento é nada. O Todo é um sentimento. Como se pode entender algo intelectualmente se a essência daquilo é um sentimento? Pode-se criar conceitos e conceitos intelectuais, mas eles não serão a verdade. Para entender o Todo é preciso sentir. E este é o problema central da humanidade desde sempre. Se sentir acha que haverá perda. Então resolve não sentir. Fecha os chakras, bloqueia tudo, levanta escudos e acha que assim evitará o sofrimento. Que assim não haverá perdas. Pois é. É justamente nesse ponto que as perdas aparecerão. Toda vez que se bloqueia a ação do Todo os problemas aparecem. Inevitável. Em todas as áreas. Será que o Todo quer que algum humano passe fome? As notícias mostram que existem frangos e porcos demais no mundo! É preciso mata-los para equilibrar o mercado. Enquanto isso quantos milhões passam fome! Evidentemente quem nunca passou fome não tem a menor ideia do que é isso. Portanto, não sente a dor de quem passa fome.

 

Então se pensa que tem algo errado com este universo! Pois tem gente passando fome, tem guerras no mundo, genocídios, mutilações, predadores, serial killers, exploração de trabalho infantil, exploração da prostituição, etc. (A lista é infinita). Se o planeta Terra é assim é porque o universo está errado? O planeta Terra é assim porque seus habitantes escolheram que seja assim. É um colapso de função de onda coletivo. Caso quisessem mudar mudaria num dia. Ou a União Soviética não acabou em dias? O que parecia impossível aconteceu em dias. Quando as pessoas deixaram suas casas, seus pertences, entraram nos trens e carros e foram para a fronteira do oeste. O muro desabou num dia. Quando as pessoas soltaram tudo. Enquanto foram apegados persistiu por quase um século. (Atenção: não estou julgando. É um fato histórico). E no oeste o problema é o mesmo. Haverá sofrimento, fome, crises, miséria, crimes, desemprego, etc. enquanto houver apego.

 

E o apego é tão grande que sequer essa ideia pode ser pensada. Buda e Lao Tsé tinham de fazer o que fizeram. Eles vêm fazer um trabalho e fazem. Não importa o custo que seja. Mas, o resultado levará milhares de anos. A humanidade decidirá quantos milhares de anos levará.

 

Como não se quer entender a Realidade Última e se acha que tem algo errado com o universo, a ideia é uma solução miraculosa que resolva tudo sem que tenha de haver evolução da consciência dos humanos. E a incoerência deste pensamento não é percebida. Se os humanos detestam perdas como eles aceitarão que uma civilização extraterrestre venha aqui e estabeleça o equilíbrio no planeta? John Nash provou o Equilíbrio de Nash e aconteceu o que? Nada. Porque o Equilíbrio de Nash dá uma ideia de perda. As pessoas pensam que perderão. E os humanos detestam perder. Vejam o filme “Uma mente brilhante”. Basta ver a cena do bar. Se não entende o que ele explica, se não aceita o que ele explica, como aceitará que os extraterrestres imponham uma civilização avançada onde ninguém passa fome, por exemplo. Basta pensar nessa questão: como o mundo tem de ser organizado para que ninguém passe fome? É essa organização que os extraterrestres teriam de impor. Ou seria por consenso? Imagine os extraterrestres tendo que fundar um partido político para defender suas ideias! Com milhões de anos de avanço em relação aos terrestres! De que adiantaria toda a tecnologia extraterrestre se nada poderia ser feito sem a aprovação dos humanos. Ficaríamos na mesma. Pois, hoje já existe tecnologia para que ninguém passe fome no mundo. E que acontece? Nada. Portanto, tem de ser como é em Jornada nas Estrelas A Nova Geração. A Primeira Diretriz proíbe que se intervenha num planeta até que estejam evoluídos o suficiente para aceitar a Federação.

 

Por exemplo, se a Federação trouxesse os replicadores de comida o que aconteceria com todas as empresas de alimentação? Com todas as fazendas? Com todos os empregos? Com a bolsa de valores? As pessoas admitiriam perder seus empregos por causa dos extraterrestres resolverem a fome no mundo? Então porque os humanos não doam os frangos e porcos para os que passam fome? A resposta normal é porque daí ninguém vai querer trabalhar. Vamos supor que os extraterrestres resolvessem tudo, o que as pessoas fariam com o tempo livre? Imagine todo o tempo do mundo só para pensar? Você com você mesmo? Autoconhecimento sem parar. Não há necessidade de trabalhar. Só lazer. O que os humanos fariam com o laser? Antes da revolução industrial se falava que quando houvessem máquinas os humanos poderiam ter tempo para a cultura, as artes, os esportes, a leitura, etc. Depois de 400 anos de revolução industrial quando já se tem máquinas para quase tudo, computadores, robôs, etc., o que aconteceu? Mais máquinas e computadores resolverão isso? Ou somente com a evolução da consciência haverá evolução realmente.

 

E em todas as outras áreas é a mesma coisa. Por isso, os extraterrestres positivos só observam. No dia em que os humanos decidirem pelo Equilíbrio de Nash eles poderão aparecer.

 

 

 

 

Extraterrestres e Espiritualidade

 

 

Nos planetas avançados não existe nenhuma distinção entre ciência e espiritualidade. Tudo é uma coisa só. Eles entenderam que o Todo é tudo o que existe. E tem reverência por toda a realidade. Tudo é sagrado.

 

Graças a esta visão de mundo em que tudo faz parte do Todo, o progresso desses planetas é assombroso. Todos os problemas materiais foram resolvidos. Guerra, fome, doenças, etc. não existem mais. Todos procuram a própria evolução espiritual na grande aventura interna de cada um. Na sua ligação com o Todo. Aventura infinita em todas as direções.

 

Estão conscientes das várias dimensões da realidade e interagem com elas naturalmente. Só há vida e só há vivos. Todos acreditam porque vivenciam a realidade última. E a prioridade máxima é a evolução espiritual de cada um. Numa sociedade assim o sentimento preponderante é o amor incondicional.

 

Tudo é feito pensando primeiro no amor incondicional. Todas as leis, a educação, a economia, a saúde, etc. Tudo está debaixo desta prioridade. O resto é consequência. E a consequência é a melhor possível. Paz e prosperidade para todos. Ninguém tem falta de recursos para sua evolução em todos os sentidos.

 

Evidente que os paradigmas de uma sociedade assim são completamente diferentes de planetas ainda em evolução. É normal que seja assim. Cada coisa tem seu tempo e não funciona arrumar atalhos de evolução. Quando a consciência coletiva chegou num determinado grau de entendimento da realidade o salto acontece. E uma nova visão de mundo se instala e tudo é ajustado para corresponder ao novo paradigma. Esse tipo de salto acontece sempre e continuamente. É um salto exponencial.

 

É possível que planetas em evolução ganhem tempo e avancem mais depressa? Sim, é possível. Basta que os paradigmas sejam mudados continuamente. Que a mudança seja aceita como normal. Que questionar a realidade seja visto como uma coisa positiva. Que novas ideias sejam avaliadas detalhadamente antes de serem rejeitadas. Que a inovação seja bem-vinda. Que a zona de conforto não exista. Que todos fiquem alegres com as novas descobertas e novas formas de viver. Assim o parâmetro passa a ser o amor e a alegria. Se existe amor e alegria é porque funciona. Se não existe é porque não funciona. Isso para todas as pessoas do planeta. O entendimento de que todos têm direito e podem ser felizes é fundamental num planeta avançado. E isso acontece de forma natural respeitando-se a consciência de todos os demais.

 

Esta forma de ser é um gigantesco avanço em direção à fusão com o Todo.